Quantidade de Páginas visitadas

3 - ÓRGÃOS COLEGIADOS DA ESCOLA


3.1 - CONSELHO ESCOLAR

3.2 - DIREÇÃO

3.3 - EQUIPE PEDAGÓGICA

3.4 - EQUIPE ADMINISTRATIVA

3.5 - EQUIPE DE SERVIÇOS GERAIS

3.6 - CONSELHO DE CLASSE

3.7 - CONSELHO REPRESENTANTE DE TURMAS

3.8 - GRÊMIO ESTUDANTIL

3.9 - ASSOCIAÇÃO DE PAIS, MESTRES E FUNCIONÁRIOS - APMF

4.0 - EQUIPE DE DOCENTES




3.1 - CONSELHO ESCOLAR

O que é?
    O Conselho Escolar é um órgão colegiado de natureza consultiva, avaliativa e fiscalizadora sobre a organização e realização do trabalho pedagógico e administrativo do Colégio Estadual São Cristóvão em conformidade com as políticas e as diretrizes educacionais da Secretária Estadual de Educação, a Constituição Estadual, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, o Estatuto da Criança e do Adolescente, o Projeto Político Pedagógico e o Regimento Escolar.

Quem Faz Parte:
    O Conselho Escolar é composto por representantes da comunidade escolar e de representantes de movimentos sociais organizados e comprometidos com a educação pública, presentes na comunidade, sendo presidido por seu membro nato, o diretor do Colégio.

Gestão: 2013-2015

    O Conselho Escolar, de acordo com o principio da representatividade e proporcionalidade, é constituído dos seguintes Conselheiros:

Presidente: IVANDRO TOCHETTO

Representante da Equipe Pedagógica:
Efetivo: VALMIR DA SILVA
Suplente: JULIANE KAIPER CAPRA

Representante do Corpo do Docente:
Efetivo: SANDRA  FÁTIMA  STEFANELLO
Suplente: ROSANE NESI TURIN

Representante dos funcionários Administrativos e Serviços Gerais:
Efetivo: IVANES PELLEGRINI TONEL
Suplente: SCHEILA MOURA

Representante do Corpo Discente do Ensino Fundamental e do Ensino Médio:
Efetivo:
D. T.

Suplente:
L.A.B.J.


Representante dos pais de alunos do Ensino Fundamental e Ensino Médio:
Efetivo :
ANTONIO PEREIRA

Suplente:
JOZELANI LUCIA SOSTER FORSTHOFER


Representante do Conselho Comunitário:
Efetivo:
SONIA REICHERT

Suplente:
OTILIA APARECIDA THOMAS




3.2 - DIREÇÃO

Diretor: IVANDRO TOCHETTO
Fone: (46)3562-1103

    A função de diretor, como responsável pela efetivação da gestão democrática, entre outras, é a de assegurar o alcance dos objetivos educacionais definidos no Projeto Político-Pedagógico do estabelecimento de ensino.
Suas principais atribuições estão descritas no Regimento Escolar.

Plano de ação da Direção:


3.3 - EQUIPE PEDAGÓGICA

Composição:

- CLEUDES JUNG
- ELIANE SUGARI

Atribuições:
- Coordenar a elaboração coletiva e acompanhar a efetivação do Projeto Político-Pedagógico e do Plano de Ação da Escola;
- Coordenar a construção coletiva e a efetivação da Proposta Pedagógica Curricular da Escola, a partir das Políticas Educacionais da SEED/PR e das Diretrizes Curriculares Nacionais e Estaduais;
- Promover e coordenar reuniões pedagógicas e grupos de estudo para reflexão e aprofundamento de temas relativos ao trabalho pedagógico e para a elaboração de propostas de intervenção na realidade da escola;
- Participar e intervir, junto à direção, da organização do trabalho pedagógico escolar no sentido de realizar a função social e a especificidade da educação escolar;
- Sistematizar, junto à comunidade escolar, atividades que levem à efetivação do processo ensino e aprendizagem, de modo a garantir o atendimento às necessidades do educando;
- Participar da elaboração do projeto de formação continuada de todos os profissionais da escola e promover ações para a sua efetivação, tendo como finalidade a realização e o aprimoramento do trabalho pedagógico escolar;
- Analisar as propostas de natureza pedagógica a serem implantadas na escola, observando a legislação educacional em vigor e o Estatuto da Criança e do Adolescente, como fundamentos da prática educativa;
- Coordenar a organização do espaço-tempo escolar a partir do Projeto Político-Pedagógico e da Proposta Pedagógica Curricular da Escola, intervindo na elaboração do calendário letivo, na formação de turmas, na definição e distribuição do horário semanal das aulas e disciplinas, da hora-atividade, no preenchimento do Livro Registro de Classe de acordo com as Instruções Normativas da SEED e em outras atividades que interfiram diretamente na realização do trabalho pedagógico;
- Coordenar, junto à direção, o processo de distribuição de aulas e disciplinas a partir de critérios legais, pedagógicos e didáticos e da Proposta Pedagógica Curricular da Escola;
- Organizar e acompanhar a avaliação do trabalho pedagógico escolar pela comunidade interna e externa;
- Apresentar propostas, alternativas, sugestões e/ou críticas que promovam o desenvolvimento e o aprimoramento do trabalho pedagógico escolar, conforme o Projeto Político-Pedagógico, a Proposta Pedagógica Curricular, o Plano de Ação da Escola e as Políticas Educacionais da SEED;
- Coordenar a elaboração de critérios para aquisição, empréstimo e seleção de materiais, equipamentos e/ou livros de uso didático-pedagógico, a partir da Proposta Pedagógica Curricular e do Projeto Político-Pedagógico da Escola;
- Participar da organização pedagógica da biblioteca, assim como do processo de aquisição de livros e periódicos;
- Orientar o processo de elaboração dos Planos de Trabalho Docente junto ao coletivo de professores da escola;
- Subsidiar o aprimoramento teórico-metodológico do coletivo de professores da escola, promovendo estudos sistemáticos, trocas de experiência, debates e oficinas pedagógicas;
- Organizar a hora-atividade do coletivo de professores da escola, de maneira a garantir que esse espaço-tempo seja utilizado em função do processo pedagógico desenvolvido em sala de aula;
- Atuar, junto ao coletivo de professores, na elaboração de propostas de recuperação de estudos a partir das necessidades de aprendizagem identificadas em sala de aula, de modo a garantir as condições básicas para efetivação do processo de socialização e apropriação do conhecimento científico;
- Organizar a realização dos Conselhos de Classe, de forma a garantir um processo coletivo de formulação do trabalho pedagógico desenvolvido pela escola e em sala de aula, além de coordenar a elaboração de propostas de intervenção decorrentes desse processo;
- Informar ao coletivo da comunidade escolar os dados do aproveitamento escolar;
- Coordenar o processo coletivo de elaboração e aprimoramento do Regimento Escolar, garantindo a participação democrática de toda a comunidade escolar;
- Orientar a comunidade escolar na proposição e construção de um processo pedagógico numa perspectiva transformadora;
- Ampliar os espaços de participação, de democratização das relações, de acesso ao saber da comunidade escolar;
- Participar do Conselho Escolar, subsidiando teórica e metodologicamente as discussões e reflexões acerca da organização e efetivação do trabalho pedagógico escolar;
- Propiciar o desenvolvimento da representatividade dos alunos e sua participação nos diversos momentos e órgãos colegiados da escola;Promover a construção de estratégias pedagógicas de superação de todas as formas de discriminação, preconceito e exclusão social e de ampliação do compromisso ético-político com todas as categorias e classes sociais.

Plano de Ação: Em fase de elaboração.



3.4 - EQUIPE ADMINISTRATIVA

Secretária:
- Gerci Picinato Thomas

Atribuições:
- Assistir os órgãos de administração, a direção, a equipe pedagógica, o corpo docente, os funcionários do estabelecimento de ensino, pais e alunos;
- Proceder a matricula escolar dos alunos;
- Controlar e guardar os livros de registro de classe, livro-ponto e documentos pertinentes às rotinas da escola;
- manter os registros atualizados dos prontuários dos alunos, professores e funcionários;
- Manter em dia, o arquivo e os registros das fichas de avaliações e fichas individuais dos alunos de acordo com o regimento escolar;
- Representar o estabelecimento de ensino nas relações entre este e a comunidade escolar;
- Expedir e assinar documentos previamente solicitados: declarações, históricos escolares e outros;
- Encaminhar ao órgão competente os documentos de rotina e outros que forem solicitados;
- Executar a redação e a gestão de correspondência;
- Agendar, preparar e organizar reuniões e assembléias;
- Elaborar atas das reuniões;
- Articular a comunicação interna e divulgar as informações pertinentes recebidas;
- Zelar pela guarda e sigilo dos documentos escolares;
- Manter os quadros estatísticos da escola em dia;
- Manter atualizados e organizados os arquivos de legislação e da vida da escola;
- Manter afixado em edital os atos oficiais do estabelecimento de ensino.

Técnicos Administrativos:
- Scheila Moura
- Carla Luciane Barcarol


Atribuições:
- Assegurar a organização física e o funcionamento administrativo de Bibliotecas;
- Viabilizar o empréstimo de livros para a comunidade escolar, de acordo com regulamento próprio;
- Estabelecer e aplicar, em conjunto com o corpo docente, normas de segurança para o uso dos laboratórios de informática da escola;
- Disponibilizar equipamentos e materiais necessários para a preparação e realização das atividades de ensino previstas nas várias disciplinas;
- Preparar o ambiente do laboratório para o uso do professor e alunos;
- Coordenar e supervisionar as atividades administrativas referentes à matrícula, transferência, adaptação e conclusão de curso, aplicar e observar a legislação que rege o registro de toda a documentação de alunos;
- Cumprir as obrigações inerentes às atividades administrativas da secretaria (matrícula, transferência, adaptação, classificação e reclassificação, aproveitamento de estudos, conclusão de cursos) e preparar relatório de freqüência;
- Dar assistência ao professor e seus alunos durante a aula ajudando a manter o bom andamento da atividade prática de laboratório de informática;
- Manipular dados estatísticos para avaliação e acompanhamento do ensino-aprendizagem; atender os alunos, professores e demais interessados prestando informações e dando orientações;
- Manter sigilo quanto a vida escolar dos alunos e vida profissional de servidores do estabelecimento;
- Participar de eventos, cursos, reuniões no intuito de aprimoramento profissional.



3.5 - EQUIPE DE SERVIÇOS GERAIS

Auxiliares de serviços gerais e auxiliar operacional:
- Ivanes Pellegrini Tonel
- Maria Odete Tonel
- Sonia Cristina Thomas Moura
- Robson Pellegrini Tonel
- Noeli Aires Pereira Reichert


Atribuições:
- Serviços de conservação, manutenção, preservação, segurança e da alimentação escolar, no âmbito escolar, sendo coordenado e supervisionado pela direção do estabelecimento de ensino;

Compete ao auxiliar operacional que atua na limpeza, organização e preservação do ambiente escolar e de seus utensílios e instalações:
I. zelar pelo ambiente físico da escola e de suas instalações, cumprindo as normas estabelecidas na legislação sanitária vigente;
II. Utilizar o material de limpeza sem desperdícios e comunicar à direção, com antecedência, a necessidade de reposição dos produtos;
III. Zelar pela conservação do patrimônio escolar, comunicando qualquer irregularidade à direção;
IV. Auxiliar na vigilância da movimentação dos alunos em horários de recreio, de início e de término dos períodos, mantendo a ordem e a segurança dos estudantes, quando solicitado pela direção;
V. Atender adequadamente aos alunos com necessidades educacionais especiais temporárias ou permanentes, que demandam apoio de locomoção, de higiene e de alimentação;
VI. Auxiliar na locomoção dos alunos que fazem uso de cadeira de rodas, andadores, muletas, e outros facilitadores, viabilizando a acessibilidade e a participação no ambiente escolar;
VII. Auxiliar os alunos com necessidades educacionais especiais quanto a alimentação durante o recreio, atendimento às necessidades básicas de higiene e as correspondentes ao uso do banheiro;
VIII. Auxiliar nos serviços correlatos à sua função, participando das diversas atividades escolares;
IX. Cumprir integralmente seu horário de trabalho e as escalas previstas, respeitado o seu período de férias;
X. Participar de eventos, cursos, reuniões sempre que convocado ou por iniciativa própria, desde que autorizado pela direção, visando ao aprimoramento profissional;
XI. Coletar lixo de todos os ambientes do estabelecimento de ensino, dando-lhe o devido destino, conforme exigências sanitárias;
XII. Participar da avaliação institucional, conforme orientações da SEED;
XIII. Zelar pelo sigilo de informações pessoais de alunos, professores, funcionários e famílias;
XIV. Manter e promover relacionamento cooperativo de trabalho com seus colegas, com alunos, com pais e com os demais segmentos da comunidade escolar;
XV. Exercer as demais atribuições decorrentes do Regimento Escolar e aquelas que concernem à especificidade de sua função.

São atribuições do auxiliar operacional, que atua na cozinha do estabelecimento de ensino:
I. Zelar pelo ambiente da cozinha e por suas instalações e utensílios, cumprindo as normas estabelecidas na legislação sanitária em vigor;
II. Selecionar e preparar a merenda escolar balanceada, observando padrões de qualidade nutricional;
III. Servir a merenda escolar, observando os cuidados básicos de higiene e segurança;
IV. Informar ao diretor do estabelecimento de ensino da necessidade de reposição do estoque da merenda escolar;
V. Conservar o local de preparação, manuseio e armazenamento da merenda escolar, conforme legislação sanitária em vigor;
VI. Zelar pela organização e limpeza do refeitório, da cozinha e do depósito da merenda escolar;
VII. Receber, armazenar e prestar contas de todo material adquirido para a cozinha e da merenda escolar;
VIII. Cumprir integralmente seu horário de trabalho e as escalas previstas, respeitado o seu período de férias;
IX. Participar de eventos, cursos, reuniões sempre que convocado ou por iniciativa própria, desde que autorizado pela direção, visando ao aprimoramento profissional;
X. Auxiliar nos demais serviços correlatos à sua função, sempre que se fizer necessário;
XI. Respeitar as normas de segurança ao manusear fogões, aparelhos de preparação ou manipulação de gêneros alimentícios e de refrigeração;
XII. Participar da avaliação institucional, conforme orientações da SEED;
XIII. Zelar pelo sigilo de informações pessoais de alunos, professores, funcionários e famílias;
XIV. Manter e promover relacionamento cooperativo de trabalho com seus colegas, com alunos, com pais e com os demais segmentos da comunidade escolar;
XV. Participar das atribuições decorrentes do Regimento Escolar e exercer as específicas da sua função.



3.6 - CONSELHO DE CLASSE

  O Conselho de Classe é um órgão Colegiado de natureza consultiva e deliberativa em assuntos didático-pedagógicos, fundamentado no Projeto Político Pedagógico da Escola, e no Regimento Escolar, com a responsabilidade de analisar as ações educacionais, indicando alternativas que busquem garantir a efetivação do processo de ensino e aprendizagem.
   O Conselho de Classe constitui-se em um espaço de reflexão pedagógica, onde todos os sujeitos do processo educativo, de forma coletiva, discutem alternativas e propõe ações educativas eficazes que possam vir a sanar necessidades/dificuldades apontadas no processo de ensino e aprendizagem.
Sendo um órgão colegiado, o Conselho de Classe, é constituído pelo diretor, pelos professores pedagogos, por todos os professores e os alunos representantes que atuam numa mesma turma por meio de:
I – Pré-conselho de Classe com toda a turma em sala de aula, sob a coordenação do professor pedagogo;
II – Conselho de Classe integrado, com a participação do diretor, da equipe de professores pedagogos e do corpo docente;
III – Pós-conselho de Classe, que consiste na divulgação, junto aos alunos, dos encaminhamentos discutidos e realizados no Conselho de Classe, bem como nas ações a serem desenvolvidas para a melhoria do processo de ensino aprendizagem, com base no pré-conselho e Conselho de Classe.
É responsabilidade da direção presidir o Conselho de Classe e cabe ao pedagogo organizar as informações e dados coletados a serem estudados no Conselho de Classe.



3.7 - CONSELHO REPRESENTANTE DE TURMAS

    Cada turma possui um professor representante escolhido pelos alunos, com função de acompanhar e incentivar atividades culturais e cívicas, bem como manter um bom relacionamento objetivando defender e buscar soluções para os problemas e dificuldades da turma.

A representação de turma é composta por três alunos escolhidos entre seus pares, sendo eles: representante pedagógico, representante social e representante ambiental.
Ao representante pedagógico compete, representar a classe nos assuntos pedagógicos, trabalhar em conjunto ao professor regente realizando o acompanhamento dos colegas em relação aos atrasos, faltas entre outros, além de promover discussões de interesse da turma para posteriores sugestões e reivindicações aos diversos setores da escola, no que se refere aos aspectos pedagógicos.
Ao representante social compete colaborar na promoção da socialização da classe, tendo iniciativas em promover o bom relacionamento entre alunos e professores através de diálogo franco, possibilitando um clima de amizade e união.
O representante ambiental tem a função de auxiliar na conscientização da necessidade de manutenção da ordem, disciplina, limpeza e conservação do patrimônio público, além de reivindicar soluções para situações eventuais no que se refere ao ambiente escolar.
Cabe aos três representantes de cada turma atuarem em harmonia, representando a turma nos interesses coletivos e na busca de alternativas para a melhoria da qualidade do processo ensino e aprendizagem e do ambiente escolar.



3.8 - GRÊMIO ESTUDANTIL

O que é:
    O Grêmio Estudantil é uma organização sem fins lucrativos que representa o interesse dos estudantes e que tem fins cívicos, culturais, educacionais, desportivos e sociais.
O Grêmio é o órgão máximo de representação dos estudantes da escola. Atuando nele, o educando defende seus direitos e interesses, e aprende ética e cidadania na prática.

Quem faz parte:
    O grêmio é a organização dos estudantes na escola, sendo formado apenas por alunos, de forma independente, desenvolvendo atividades culturais e esportivas.

O Grêmio tem por objetivos:
I - Representar condignamente o corpo discente;
II - Defender os interesses individuais e coletivos dos alunos do Colégio;
III - Incentivar a cultura literária, artística e desportiva de seus membros;
IV - Promover a cooperação entre administradores, funcionários, professores e alunos no trabalho escolar buscando seus aprimoramentos;
V - Realizar intercâmbio e colaboração de caráter cultural e educacional com outras instituições de caráter educacional, assim como a filiação às entidades gerais UPES (União Paranaense dos Estudantes Secundaristas) e UBES (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas);
VI - Lutar pela democracia permanente na Escola, através do direito de participação nos fóruns internos de deliberação da Escola.



3.9 - ASSOCIAÇÃO DE PAIS, MESTRES E FUNCIONÁRIOS - APMF

    A Associação de Pais, Mestres e Funcionários, pessoa jurídica de direito privado, é um órgão um órgão representativo, que tem como objetivo, entre outros:
- Discutir, em seu âmbito, ações de assistência ao educando, de aprimoramento do ensino e integração família-escola-comunidade;
- Representar os reais interesses da comunidade escolar, visando uma escola pública, gratuita e universal;
- Promover o entrosamento entre pais, alunos, professores e funcionários e toda a comunidade através de atividades sócio-educativa-cultural-desportivas, ouvindo o conselho escolar;
- Gerir e administrar os recursos financeiros próprios e os que lhes forem repassados através de convênios, de acordo com as prioridades estabelecidas em reunião conjunta com o Conselho escolar;
- Colaborar com a manutenção e conservação do prédio escolar e suas instalações, conscientizando sempre a comunidade para a importância dessas ações;
- Acompanhar o desenvolvimento do projeto Político Pedagógico, sugerindo alterações e adequações para apreciação do Conselho escolar;
- Promover palestras, conferencias e grupos de estudos, envolvendo pais, professores, alunos, funcionários e comunidade, a partir de necessidades apontadas por esses segmentos;
- Outros objetivos estabelecidos em seu estatuto.
O Estatuto da APMF é composto por capítulos que regulamentam a instituição, sede e foro, da natureza, dos objetivos, das atribuições, das contribuições sociais (voluntárias), do patrimônio, da captação e aplicação de recursos, dos integrantes, da administração, das eleições, posse, exercício e mandato, das infrações e sanções disciplinares, da apuração de irregularidades e das disposições gerais e transitórias.

A atual diretoria da APMF, para o exercício 2013/2015 é composta pelos seguintes membros:

Presidente:
MARINES DAFRÉ

Vice-presidente: 
AGOSTINHO PEREIRA


Secretário:
NEUSA MARIA SCHÚ TONEL


Segundo Secretário: 
DAIANE DALLE LASTE


Tesoureiro:
ADILSON PELENTIL LEITE


Segundo Tesoureiro:
GIVANILDO DE SOUZA


Diretores cultural e esportivo:
SILVANA TICIANE DA SILVA BOELTER

ALCINEA SARETA


Conselho Deliberativo e Fiscal:
JOSÉ FOGAÇA
SILOMAR ELIAS DE OLIVEIRA
VENILDES FORSTHOFER
ILVO KOCH


1° Professor:
MARISA BIANCHETTO

2° Professor:
VALMIR DA SILVA

1° Funcionário:
PRISCILA LEITE SILVA

2° Funcionário:
GIAN MAIK PEGORARO


4. EQUIPE DE DOCENTES :
ALCINÉA SARETA
ALINE MENIN
ANDRE L. B. FREITAS
CLAUDETE M. ANNATER
CLEUSA DARTORA
DAIANE DALLE LASTRE
DÉBORA CASAGRANDE
ELI C. REISDOERFER
ELIZE I. S. BUSS
EVELINE M. F. TOCHETTO
GRAZIELI LOFF
JOÃO PEGORARO
JULIANA RIOS
JULIANE DALLE LASTRE
MARCIO C. SANTOS
MARIA REJANE RAJAB
MARISA BIANCHETTO
NADIA MARA DA ROSA
NARA STUMP ZANETTE
NEUSA M. S. TONEL
OLCIR BATTISTI
RAQUEL BIZ BIRAL
SANDRA STEFANELLO
VANESSA BATISTA RECH
MARILETE CONSTANTINO CALLEGARO

MARILENE DE GOES
RONALDO SCHAUSS

ATRIBUIÇÕES:
- Participar da elaboração, implementação e avaliação do Projeto Político-Pedagógico do estabelecimento de ensino, construído de forma coletiva e aprovado pelo Conselho Escolar;
- Elaborar, com a equipe pedagógica, a proposta pedagógica curricular do estabelecimento de ensino, em consonância com o Projeto Político-Pedagógico e as Diretrizes Curriculares Nacionais e Estaduais;
- Elaborar seu Plano de Trabalho Docente;
- Desenvolver as atividades de sala de aula, tendo em vista a apreensão crítica do conhecimento pelo aluno;
- Proceder à avaliação contínua, cumulativa e processual dos alunos, utilizando-se de instrumentos e formas diversificadas de avaliação, previstas no Projeto Político-Pedagógico do estabelecimento de ensino;
- Promover o processo de recuperação concomitante de estudos para os alunos, estabelecendo estratégias diferenciadas de ensino e aprendizagem, no decorrer do período letivo;
- Viabilizar a igualdade de condições para a permanência do aluno na escola, respeitando a diversidade, a pluralidade cultural e as peculiaridades de cada aluno, no processo de ensino e aprendizagem;
- Participar ativamente dos Pré-Conselhos e Conselhos de Classe, na busca de alternativas pedagógicas que visem ao aprimoramento do processo educacional, responsabilizando-se pelas informações prestadas e decisões tomadas, as quais serão registradas e assinadas em Ata;
- Propiciar ao aluno a formação ética e o desenvolvimento da autonomia intelectual  e do pensamento crítico, visando ao exercício consciente da cidadania;
- Cumprir o calendário escolar, quanto aos dias letivos, horas-aula e horas-atividade estabelecidos, além de participar integralmente dos períodos dedicados ao planejamento, à avaliação e ao desenvolvimento profissional;
- Cumprir suas horas-atividade no âmbito escolar, dedicando-as a estudos, pesquisas e planejamento de atividades docentes, sob orientação da equipe  pedagógica, conforme determinações da SEED;
-  Manter atualizados os Registros de Classe, conforme orientação da equipe  pedagógica e secretaria escolar, deixando-os disponíveis no estabelecimento de ensino;
- Os professores em exercício nas Casas Familiares Rurais, acompanhar os alunos nas suas propriedades, conforme previsto na Pedagogia da Alternância;
- Participar da avaliação institucional, conforme orientação da SEED;
- Cumprir e fazer cumprir o Regimento Escolar.











Validador

CSS válido!

Secretaria de Estado da Educação do Paraná
Av. Água Verde, 2140 - Água Verde - CEP 80240-900 Curitiba-PR - Fone: (41) 3340-1500
Desenvolvido pela Celepar - Acesso Restrito